O DIA EM QUE VIREI PUTINHA DOS MEUS PRIMINHOS!

Resolvi contar essa transa com meus primos, porque foi graças a um amigo e leitor das minhas putarias que ela aconteceu.

No final do ano passado, meu pai e meu tio, resolveram fazer um acampamento em família. Mas não no meio do nada, perto de uma praia com estrutura e tal. Pra quem já me conhece, sabe que sou bem puta e viciada em sexo, e ficar uma semana na praia sem foder, seria um desafio.

Então, conversando com meu amigo, que vou chamar de Dan, me deu uma ideia, de provocar meus primos, mas no limite, do jeito que nem meus priminhos não aguentassem. E a puta aqui, adorou a ideia. Até pensamos em uma forma de fazer isso. Eu ia esquecer a minha barraca e tentar a sorte de tentar dividir a barraca com meus primos.

No dia da viagem, meu tio veio nos encontrar aqui em casa, e um dos meus primos foi fazer a viagem conosco, no caso, eu e meus pais. Como viajamos na camionete do meu pai, fomos atrás, eu e ele, o primo mais novo. Já de começo, meti um shortinho bem no meio da minha bundona, e com um fio dental ridículo. Mal dava pra ver que eu estava usando alguma coisa. Como saímos de madrugada, resolvi que começaria a provocar ele sem dó ali mesmo. Perguntei pra ele se eu poderia me esticar e deixar minhas pernas em cima das deles. Claro que ele deixou, virei com a minha bundona grande, ficando d4 com o shortinho quase entrando no cu, e fiquei de bruços, com o rabão pra cima. Olhava de canto, ele não tirava o olho do meu rabão. Quando vi que ele estava começando a mexer na rola dele no calção, toda safada virei pra ele e disse:

- Acho melhor eu deitar com a cabeça no teu colo!

Nem dei tempo de ele falar e já fui me ajeitando. Quando encostei minha cabeça, senti o pau dele começando a endurecer. E eu estava com minha boca encostada na calça dele, sentindo a rola dele pulsando. Confesso que minha vontade ali era dar uma bela de uma chupada nele. Mas consegui aguentar fiquei brincando com ele. Em todos os alguns minutos, fingindo que estava dormindo, abria um pouco os lábios pra quase encaixar o pau dele na minha boca. Ele se contorcia, tentando se ajeitar pra tentar não gozar né, mas puta que sou, fingindo que dormia, até apartava um pouco os lábios contra o pau dele ainda na calça. Fiquei fazendo isso, por algum tempo, até sentir que ele não estava mais aguentando. Aí fingi que acordei, como se nada tivesse acontecido, e fui pro meu lado do banco de novo.

Chegando ao acampamento da praia, assim que todo mundo começou a montar a barraca, meu pai chegou me falando, que a minha barraca não estava na camionete. Fiz aquela cara de surpresa, pois nem imaginava que isso teria acontecido né... Nisso meu pai já foi dizendo, que ia até a cidade comprar uma pra mim, quando meu tio fala, que não precisa. Eu poderia ficar na barraca dos meus primos, que ela é bem grande e tem tela anti-mosquitos e tudo (só pensei comigo, não acredito que está dando certo) e pergunta para mim, se eu não me importar de ficar com eles 2 né. Eu respondo que por mim não tem problema, se os meninos aceitarem e eu não for incomodar... é claro que eles aceitaram.

A tarde, coloquei um biquíni preto, super sexy e claro, com o fio atolado dentro da minha bunda grande e redonda e fui para a praia com eles. Ficava brincando, puxando, apertando eles, pra eles pegarem mais confiança né, e as poucos foram se soltando, começaram a tocar me mim e todo mais, mas sempre com cautela, dava pra perceber, quando passavam perto da minha bunda, ficavam meio sem jeito. Quando começou a escurecer, voltamos para as barracas no camping. Ainda bem que tinham banheiros, água quente e tudo. Jantamos e todos juntos e quando deu a hora de dormi, os 2 estavam só de bermuda, aquelas que acho que os meninos usam pra jogar bola. Aí um deles fala assim:

- Espero que não se incomode, a gente dorme só de calção.

Dei uma risadinha, peguei uma peça de roupa meia escondida e sai da barraca. Era um baby-doll rosinha, praticamente transparente, que mal cobria meu rabo gigante. Por baixo, uma calcinha de renda, fio dental preta, pra dar um contraste legal né. Voltei para a barraca, e quando me viram, ficaram de boca aberta. Eu tava sem sutiã, e sei que eles estavam vendo meus peitos, mas era pra provocar mesmo. Ainda falei toda safada:

- Eu vou dormir no meio! Ah, eu costumo dormir pelada, mas hoje não... quem sabe amanhã...

Ficaram sem falar nada. No meio da noite, eu revezava a provocação. Eu me enconchava em um, depois no outro, esfregando a bunda, empinando para eles. Quase colocava a bunda no colo deles. Depois fazer isso várias vezes, senti uma mão na minha coxa, deslizando bem carinhosa, quando quase chegava na minha bunda, ele tirava a mão... Já o mais velho, quando virei e encostei o rabo na pau dele, sentir ele pegar na minha cintura, como se fosse em um movimento de enfiar o pau, em um transa de lado, juro, minha buceta melou toda, se ele fosse mais safado, e colocasse o pau pra fora, eu teria dado pra ele na hora. Eu sentia o pau dele durão, roçando na minha bunda. Mas tive que me controlar e virei com a bunda pra cima, pra tentar diminuir o tesão e dormir.
Os próximos 2 dias foram exatamente dessa, só mudava a calcinha que usava para dormir. Acho que foi na sexta, que fizeram outro churrasco, e nesse churrasco, eu bebi um pouco e tava toda “alegre”. E pensei comigo, hoje vou meter o louco com eles. Vamos ver qual vai ser a reação deles. Fiquei até altas horas com eles e vi que os meninos foram pra barraca, só pensei comigo. É agora. Corri para o banheiro, tomei aquele banho e enrolei mais alguns minutos. Acho que deu uns 20 minutos. Cheguei na barraca, olhei para os lados, tirei a toalha e entrei pelada. Só vi o primo mais novo dando uma olhada de canto e tomando um susto. Eu toda vagabunda, só dei uma risadinha e fiz o sinal de silencio pra ele e disse:

- To pegando fogo hoje...

Deitei no meio deles como de costume, com meu bundão na direção do mais novo e aos poucos e fui chegando com meu rosto, mas perto do rosto do mais velho, que quando percebi que ele ia acordar, fechei os olhos rápido, fingindo que dormia peladinha no meio deles. Percebi que os 2 se sentaram e começaram a falar quase sussurrando, quando o mais novo disse:

- Que tu ta fazendo? Ta maluco? Vai ficar pelado tb?
- Maluco nada, ela ta pelada cara! Se liga, passa teu pau nela... hahahah

O mais velho, ao que me pareceu, já que eu fingia estar dormindo, tirou a cueca e chegou bem próximo de mim, dava pra sentir a respiração dele e no mesmo instante, senti o outro nas minhas costas, com um rola passeando na minha bunda, sem saber se tentava entrar no meu cu ou na buceta... mas eu estava amando. Até afastei um pouco mais as pernas, pra ver a reação deles, e na mesma hora senti as mãos deles na minha bunda, apertando, passando por tudo. Aí os dois meios que ficaram de joelhos e começaram a brincar com meu corpo, mão na bunda, pegando nos meus peitos, nas coxas, até que senti eles forçando pra afastar ainda mais as pernas, e claro que deixei. Na mesma hora, senti uma mão ir direto pra minha buceta, e começar a brincar com ela. Completamente sem saber como, mas ainda assim, tava gostoso. Tanto que eu tava me controlando pra não gemer. Essa brincadeira, durou até o momento que abri meu olho de canto e vi que estavam os 2 pelados, com as rolas duras e esfregando elas no meu bundão... foi quando cheguei no meu limite, e dei uma arrebitada e eu comecei a esfregar o rabo no pau deles, e eles me olharam com a cara de susto, tirando as rolas da minha bunda. Nessa hora, virei de frente pra eles e disse:

- não tão gostando de brincar com o rabão da prima?

Falei isso, pegando nas duas rolas, uma em cada mão, e puxando eles pra mais perto de mim...
- que tal a gente fazer algo um pouco mais gostoso do que só esfregar essas rolas na minha bunda...

Nem terminei de falar e já fui metendo um beijo na boca do primo mais velho e apertando o pau dele com vontade e ele me pegando nos peitos e na minha bunda. Depois de um beijo bem babado com ele, virei e fiz a mesma coisa com o mais novo, já punhetando o pau dele quando paro de beijar e falo no ouvido dele:

- tava louca pra fazer isso desde a hora que deitei no teu colo no carro...
Fiquei d4, com a bundona na direção do mais velho e abocanhei a pica dele e comecei a fazer aquela mamada gostosa, com as mãos nas pernas dele, sugando gostoso, babando bastante e as vezes tirava o pau todo da boca e deixar aquele misto de baba com mel escorrendo da minha boca, olhava a cara dele de tesão, e voltava a chupar. Enquanto eu me deliciava com aquela rola, o outro ficou “enrolando” atrás de mim. Passando a mão na bunda, na buceta, até arriscou dar umas chupadas, até que percebi que ele queria me comer, pq tava ajeitado pra meter, aí, tirei o pau da boca e toda babada falei:

- Ta esperando o que pra meter? Fode a prima puta logo

Ele segurou na minha cintura, ajeitou a rola e meteu pra dentro, meu deus que tesão, dei um puta gemido, até perdi a concentração que não podia gemer ali... no tempo que pensei isso, as batidas do corpo do primo mais velho contra meu bundão d4 começaram a fazer barulho, e alto... mas como ainda percebia música, nem dei bola, voltei a mamar o mais novo, que não aguentou nem 10 minutos, e senti que ele começou a se contorcer, sabia que ia gozar, botei o pau todo na boca, com meu nariz na barriga dele, quando senti os jatos na minha boca. Engoli tudo, e continuei lambendo o pau dele pra deixar bem limpinho, quando senti as mãos do mais velho apertando forte minha cintura, acho que tava querendo gozar, aí eu tirei o pau da boca, virei pra ele e disse:

- GOZA NO MEU CU!
Eu vi que ele ficou meio que sem entender, ou acreditar e falei de novo:
- Coloca ele no meu cu e goza!

Acho que ele tava com tanto tesão, que na hora que ele tirou o pau da minha buceta, começou a gozar, gozando por toda minha bunda, cabelos... Vi que ele ficou meio sem jeito, e comecei a rir e disse:

- Encheu meu cabelo de porra! Agora vai ter que tomar um banho comigo, lavar meu cabelo e fazer o que deveria ter feito... Saímos os dois e fomos para o banheiro. Ficamos nos lavando por alguns minutos, até ele ficar de pau duro e aí não aguentei, cai de boca no pau dele e fodemos no banho. Como ali era muito arriscado, o tesão parecia estar dobrado. Encostei as mãos na parede do banheiro, empinei o rabão afastando bem as pernas e disse:

- Agora, quero no cu!

Ele na hora, encostou o pau no meu cuzinho e começou a forçar até entrar todo, aí, ele começou a bombar na minha bunda e eu estava adorando, mandando ele forçar mais e mais, pena que deu uns minutos e ele gozou.
Voltamos para a barraca e dormimos os 3 pelados lá. Ficamos mais alguns dias, e trepei com eles 2, pelo menos umas 2 ou 3 vezes por dia, no banho, na praia, na barraca, no meio de um mato que tinha próximo da praia, até uma ilha próxima, que fomos de caíque até lá. Como estava deserta, fizemos nossa primeira DP na arreia, bem na beira do mar. Foi um tesão gigantesco.

Tanto é, que tenho fodido com eles sempre que nos encontramos. Sou puta até de meis primos agora. Inclusive, fiz uma operação recentemente, aumentando meus peitões. E adivinha quem foram os primeiros a brincar com eles?

 

Deixe Seus Comentários se gostaram..

mulheres bem gostosa

Não tem ideia

Que delícia

Sua história foi incrível, gata!!! Me deixou com maior tesão

Delícia

51997633978

Vem fazer comigo

18997275586

Novo comentário

Acompanhantes, Garotas Com Local, Garotas de Programa, Mulher, Garota, Novinha, Gostosa, Coroa, Morena, Loira, Mulata, Negra, Ruiva, Japonesa, Mestiça, Ninfetinha,Travesti, Garota de Luxo, Local, Acompanhantes de Luxo, Gp, Site de Garotas, Encontros, Contos Eróticos, Sala de Bate-Papo, Online, 24Horas - EFAGION ACOMPANHANTES

Seja Nosso  Parceiro

Parcerias

 
 

Acompanhe as Novidade do Site Efagion

Assine a nossa Newsletter e fique por dentro das novidades que entrar no site: